Município de Juruti adere ao projeto Pecuária Sustentável na Prática

0

Aline Santana

Na última segunda-feira (04), o município de Juruti aderiu ao projeto Pecuária Sustentável na Prática, que faz parte das ações do Programa Territórios Sustentáveis, que é gerenciado pela Equipe de Conservação da Amazônia- ECAM, com apoio financeiro da Associação para a Preservação da Floresta Tropical da Suécia (Regnskogsforeningen).

Entre os objetivos do projeto estão as técnicas de intensificação de pastagem visando o melhor aproveitamento das áreas para a produção de gado de corte e leiteiro, bem como, melhorar o manejo das fazendas para aumentar a produtividade, recuperação de áreas danificadas, conservar os mananciais, bem estar do homem e animal, além do aumento da produtividade em áreas menores, e assim atender as necessidades e os anseios dos pecuaristas participantes desse projeto.

“Nós teremos um ganho muito grande na implantação desse projeto, haja vista, que estamos muito abaixo dos outros municípios da nossa região, e tenho certeza que dará certo, pois é um projeto muito bom e nós precisamos desenvolver com qualidade, porque precisamos produzir os alimentos para nossa sociedade, sem agredir o meio ambiente e respeitando os limites da natureza”, Reginaldo Melo- Produtor Rural.

“A pecuária nos municípios da Calha Norte é uma variável importante economicamente, e nós na primeira visita em Juruti, discutimos a cadeia da pecuária, e alguns trabalhos em andamento em outros municípios. Resolvemos apresentar essa proposta para Juruti, justamente porque foi mencionada a importância da pecuária, e nossa equipe sai satisfeita com o apoio de grandes atores que colaboram com a economia do município de alguma forma, e também pessoas que vieram para saber a proposta do projeto, e mais, outras instituições que se propuseram a colaborar conosco nesse projeto.”, declarou, Edwilson Por Deus- Coordenador do ECAM.

O prefeito Henrique Costa, participou do evento, e na oportunidade, declarou que, “a vinda do ECAM é uma experiência que vai somar com o que se iniciou ano passado com a busca da melhoria do rebanho bovino, pois o nosso rebanho infelizmente não compete com os das cidades do entorno, e acredito que eles entenderam que investir na qualidade do rebanho é necessário para que esta cultura permaneça e se fortaleça cada vez mais para que no futuro eles sejam os únicos fornecedores do comércio local”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor, preencha seu nome auqi