Famílias afetadas pela enxurrada serão cadastradas para receber um salário e Cheque Moradia

0

As famílias serão cadastradas e cruzadas às informações, para receber um salário mínimo durante três meses, assim como, inclusão na lista para receber o Cheque Moradia.

A secretária municipal de Trabalho e Inclusão Social de Monte Alegre, Dra. Josefina Carmo, esteve reunindo com o secretário da SEASTER (Secretaria de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda), Inocêncio Gasparim, para verificar o apoio de benefícios eventuais que a SEASTER possa oferecer as famílias afetadas pela enxurrada no município de Monte Alegre.

A reunião aconteceu na última terça-feira, 19, em Belém, em que, ficou definido que a Secretaria de Trabalho e Inclusão Social de Monte Alegre (SETRINS), irá fazer um novo cadastro das famílias afetadas pela enxurrada no município, para que possam receber os benefícios da SEASTER, com um salário mínimo durante três meses, assim como o cadastro na COHAB (Companhia de Habitação do Estado do Pará).

Josefina ao chegar ontem, quarta-feira, 20, em Monte Alegre, disse que “vamos cadastrar essas famílias, levantar documentação pra que a equipe técnica do Estado, a SEASTER possa disponibilizar o benefício de um salário mínimo durante três meses”, reforçou Josefina, dizendo ainda que, o governador Helder Barbalho, lhe encaminhou para Cohab, no sentido de requerer o Cheque Moradia para as famílias afetadas. “Ao retornarmos para o município, nós agora vamos fazer o levantamento das famílias, cadastra-las, para passar um relatório as devidas secretarias estaduais, para que, venha a equipe técnica das secretarias fazer a constatação e poder atender o que nós estamos precisando, para dar um apoio imediato para as famílias atingidas com esse desastre”.

ENXURRADA

A chuva que causou o estragos na cidade de Monte Alegre, aconteceu na madrugada de domingo, 17, chegando a 239,6mm na área urbana.

Foram registrados estragos em diversos bairros, entre os mais afetados está o Pajuçara, onde 5 residências foram destruídas. Também no bairro Serra Ocidental uma casa ficou destruída. Segundo o coordenador da Defesa Civil de Monte Alegre, Leomar Araujo, pelo menos 17 famílias foram desalojadas.

Josefina desse que agora é um momento de juntar forças, Estado e Município para que possam dar um atendimento da melhor forma possível as famílias. “A administração municipal está estendendo a mão a população de Monte Alegre, todos aqueles que tiverem condições e puderem estender a mão e somarmos as forças, com certeza vamos poder dar respostas mais rápidas a população”.

SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA

O prefeito de Monte Alegre, Jardel Vasconcelos, declarou Situação de Emergência no município em decorrência das enxurradas que causaram diversos estragos no último domingo, 17, deixando famílias desabrigadas, casas destruídas e o sistema de captação de água da Cosanpa danificado, ocasionando a falta de abastecimento de água para a população.

Jardel Vasconcelos justificou que o alto índice de precipitação pluviométrica ocorrida no domingo, 17, chegando a 239,6mm na área urbana de Monte Alegre, provocou o surgimento de enxurradas bruscas, intensas e violentas, nas áreas urbanas e rurais do município, com o alto poder destrutivo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor, preencha seu nome auqi